Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A Culpa é das Estrelas by John Green

por Starlight, em 27.03.13

 

 

Editora: ASA

ISBN:9789892320946

Ano de Lançamento (Portugal): 2012

Páginas:253

Tradução: Ana Beatriz Manso

Classificação: ★★★★★ (5/5)

Março 2013



Sinopse:


" Apesar do milagre da medicina que fez diminuir o tumor que a atacara há alguns anos, Hazel nunca tinha conhecido outra situação que não a de doente terminal, sendo o capitulo final da sua vida parte integrante do seu diagnóstico. Mas com a chegada repentina ao Grupo de Apoio dos Miúdos com Cancro de uma atraente reviravolta de seu nome Augustus Waters, a história de Hazel vê-se agora prestes a ser completamente rescrita."

 

Opinião:

 

Eu, quando comecei a ler o livro:

 

Eu, quando acabei de ler o livro:

 

Isto básicamente resume tudo. 

Este livro conta-nos a história de Hazel Grace e Augustus Waters (Gus), dois adoelscentes afectados pelo Cancro. Hazel é uma doente terminal a quem foi detectado um cancro da tiróide nivel IV aos 13 anos, mas que apesar de ultrapassado, metastisou nos pulmões e que a condena. A grande questão da vida de Hazel não é, se vai morrer, mas sim, quando irá morrer. Apesar de tudo, é uma personagem irónica, sarcástica e com uma grande revolta relativamente à forma como as pessoas olham para a doença e as suas atitudes perante os doentes.

Como já aceitou o seu destino, Hazel perde o interesse nas relações sociais e em fazer determinadas coisas próprias da sua idade.

 

No entanto, a sua vida muda radicamente quando conhece o fantástico Augustus Waters num Grupo de Apoio a Miúdos com Cancro. Augustus é um sobrevivente de um osteossarcoma que lhe levou uma perna. O rapaz passa a ser o motivo que leva Hazel a querer fazer coisas novas e a sair do seu estado conformado e depressivo. O grande problema que aqui se coloca é que Hazel se sente como uma granada prestes a explodir a qualquer momento e não quer provocar o sofrimento de mais ninguém, o que a leva a rejeitar a aproximação de Gus e os seus sentimentos.

 

 

Gostei bastante do livro. John Green sabe mesmo como transformar uma história sobre um tema tão forte como o Cancro em algo fantástico. É uma narrativa engraçada e ternurenta que nos faz pensar. Houve várias frases que me marcaram, mas hoyve uma em especial que gostaria de partilhar:

"Augustus: Que bela guerra - disse ele num tom de desdém. - Contra o que é que eu estou em guerra? Contra o meu Cancro. E o que é o meu cancro? O meu cancro sou eu. Os tumores são feitos de mim. São tão feitos de mim como o meu cérebro e o meu coração são feitos de mim. É uma guerra civil, Hazel Grace, com um vencedor anunciado."

Isto tocou-me bastante porque é a mais pura das verdades. Acho que foi a primeira vez que marquei uma frase num livro.

 

O final deixanos com o coração nas mãos e as lágrimas a correr. Mas não se assustem com isso e não pensem que é um livro triste, porque não o é. Se ainda não leram façam um favor a vocês mesmos. O livro é lindo e ensina-nos algo muito importante.

Por isso, para John Green:

 

Para vos aguçar o apetite nada melhor que o próprio John Green a ler o primeiro capitulo de A Culpa é das Estrelas:

 

Book Trailer:

 

 

 

 

 


publicado às 12:48



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D